ConstruDicas - Locação de Obra

Avalie este item
(0 votos)

O que é e quando é realizada a locação de obra?

Após realizar a terraplanagem e nivelamento do solo, é chegada a hora de realizar a locação da obra, que consiste em demarcar no terreno a posição dos elementos principais da construção, como: recuos, afastamento, alicerces, paredes, aberturas, etc.

Essa etapa é extremamente importante e deve ser acompanhada por um engenheiro civil ou arquiteto e, ser realizada por uma equipe qualificada, pois quando uma locação é mal realizada, com erros de esquadro ou medidas, a construção pode apresentar medidas diferentes das especificadas no projeto e gerar sérios transtornos, como retrabalho, atraso e desperdício de materiais.

Atualmente, existem três tipos de locação que são mais utilizadas no Brasil, confira:

- Locação por cavaletes: É mais indicada para obras simples e de pequeno, pois utiliza menos materiais e recursos. Neste tipo de locação, os alinhamentos são determinados por pregos cravados nos cavaletes, formados por duas ou três estacas cravadas diretamente no solo e travadas por uma travessa nivelada e pregada nas estacas.

- Locação por tábua corrida: Recomendada para obras maiores e com muitos elementos. É realizada, contornando a futura edificação com um cavalete contínuo composto de estacas e tábuas niveladas e em esquadro.

- Locação topográfica: Esse tipo de locação é utilizada para obras de grande porte, pois garante medidas mais exatas e precisas e, necessita da contratação dos serviços de uma equipe de topografia.

Locação ao decorrer da construção:

a) Locação de Fundações: Essa etapa dá base as outras locações da obra, por isso deve ser realizado o posicionamento corretamente para distribuir as cargas conforme o projeto solicita.

b) Locação de Elementos Estruturais: É nesta etapa em que são alocados os pontos para instalações elétricas e hidráulicas.

c) Locação de vedação vertical: É constituída por elementos que compartimentam, definem e protegem o ambiente interno, como: paredes, esquadrias e revestimentos.

Na foto: Locação de obra residencial executada pela Construtora Zanella na cidade de Foz do Iguaçu.

O que é e quando é realizada a locação de obra?

 

Após realizar a terraplanagem e nivelamento do solo, é chegada a hora de realizar a locação da obra, que consiste em demarcar no terreno a posição dos elementos principais da construção, como: recuos, afastamento, alicerces, paredes, aberturas, etc.

Essa etapa é extremamente importante e deve ser acompanhada por um engenheiro civil ou arquiteto e, ser realizada por uma equipe qualificada, pois quando uma locação é mal realizada, com erros de esquadro ou medidas, a construção pode apresentar medidas diferentes das especificadas no projeto e gerar sérios transtornos, como retrabalho, atraso e desperdício de materiais.

Atualmente, existem três tipos de locação que são mais utilizadas no Brasil, confira:

- Locação por cavaletes: É mais indicada para obras simples e de pequeno, pois utiliza menos materiais e recursos. Neste tipo de locação, os alinhamentos são determinados por pregos cravados nos cavaletes, formados por duas ou três estacas cravadas diretamente no solo e travadas por uma travessa nivelada e pregada nas estacas.

- Locação por tábua corrida: Recomendada para obras maiores e com muitos elementos. É realizada, contornando a futura edificação com um cavalete contínuo composto de estacas e tábuas niveladas e em esquadro.

- Locação topográfica: Esse tipo de locação é utilizada para obras de grande porte, pois garante medidas mais exatas e precisas e, necessita da contratação dos serviços de uma equipe de topografia.

Locação ao decorrer da construção:

a) Locação de Fundações: Essa etapa dá base as outras locações da obra, por isso deve ser realizado o posicionamento corretamente para distribuir as cargas conforme o projeto solicita.

b) Locação de Elementos Estruturais: É nesta etapa em que são alocados os pontos para instalações elétricas e hidráulicas.

c) Locação de vedação vertical: É constituída por elementos que compartimentam, definem e protegem o ambiente interno, como: paredes, esquadrias e revestimentos.